Dois Lados da Moeda

Tudo (sem exceções) o que nos acontece na nossa vida tem sempre algum aspecto positivo, e não apenas negativo, inclusive a coisa mais horrível que você já presenciou ou viveu. Eu sei que essa ideia de ver as coisas de maneira positiva é difícil de ser compreendida, mas basta inseri-la em sua vida que o mundo (o modo como você o vê) vai ficar bem mais fácil de ser entendido, e com isso, melhor.

SEMPRE TEM UM LADO POSITIVO NA HISTÓRIA!

Se aconteceu com algum ente querido seu algo muito grave – a morte, por exemplo: você não sabe das missões de vida, das provas, dos planos de Deus! Não estou dizendo que não se deve haver tristeza ou algum outro sentimento parecido, mas um dia certamente saberá os “porquês” da sua existência. Uma coisa que sempre achei intrigante: existem algumas pessoas de determinadas regiões do mundo que até ao invés de ficar de luto com a morte, decidem comemorá-la, mesmo com a dor da perda, principalmente se o falecido fosse uma pessoa boa durante a sua passagem na Terra!

 Quase todos os seres humanos (me incluo nessa) não estão preparados para essa filosofia e a acham até mesmo temerária, pois somos de natureza “egoísta”, nesse aspecto. A saudade e o sentimento de falta falam mais alto.

AQUI E AGORA

Acredito que tudo na vida tem um momento e uma razão. Cabe a nós buscar evoluir sempre, independentemente da nossa “missão desconhecida”, por assim dizer. Devemos entender o que realmente somos, e não o que pensamos ser, e, assim, realizar alguma transformação. Esse é o objetivo. O que realmente importa é cada vez mais nos tornarmos seres melhores. Aqui e agora. Pois o passado não volta mais, e o futuro é uma consequência vivida do presente. Como dizia Fernando Pessoa:

“Vivo sempre no presente. O futuro, não o conheço. O passado, já não o tenho.”

Em todos os momentos há alguma oportunidade para amadurecer!

Eu, André, posso dizer que evoluí muito mais quando perdi do que quando ganhei. Cresci muito mais superando minhas dificuldades. e fiquei mais forte com as adversidades da que a vida me deu (leia sobre mim aqui). Uso essa “limitação” que Deus me “presenteou” para crescer e evoluir como pessoa, e acho que você deveria fazer o mesmo. Às vezes nem notamos,  mas o “algo ruim” pode virar “algo bom” no futuro. Tudo o que acontece na sua vida é por algum motivo. Um dia você vai saber o porquê. Jamais desista!

Para um homem insatisfeito com o que Deus lhe deu, toda dificuldade se torna castigo, martírio. Já para quem procura compreender Deus, as dificuldades são oportunidades para superar-se. – Vera L. Marinzeck, em “Violetas Na Janela”

Como gosto de citar exemplos nas minhas publicações, aí vão dois exemplos de pessoas importantes para mim que viram que tudo tem um lado positivo. Sem citar nomes:

  • Uma pessoa especial em minha vida: ela tinha tudo, estudava no curso que amava, era “mimada” pelos pais. Tinha uma vida “perfeita”. Depois de uma crise, os pais ficaram desempregados. Essa pessoa ficou desorientada no começo, mas viu na dificuldade uma oportunidade para crescer. Arranjou um emprego depois de muito esforço, conseguiu uma bolsa na faculdade para aliviar um pouco os gastos, e hoje é outra pessoa: amadureceu muito com os ensinamentos da vida, aprendeu demais com o seu “trampo” e seus pais agora começaram uma sociedade juntos em um projeto que com certeza renderá muitos frutos. Agora já até planeja no futuro morar sozinha.
  • A mãe de um grande amigo meu: descobriu que portava câncer maligno. Qual é o lado “da luz” nessa história? Principalmente a união. Pessoas que nem imaginava reencontrar, amizades cultivadas a tempos, a visita do filho que não via há anos porque estava na Europa, a descoberta de quem são os verdadeiros e quem está do lado dela. Pode parecer que não, mas esses são os maiores valores que podemos obter durante nossas vidas: a família e a amizade verdadeira.

São situações distintas é verdade, com o intuito de mostrar que o “algo ruim” pode ser uma oportunidade para sua evolução e até mesmo em adversidades maiores pode se colher algo positivo.

A vida é cheia de altos e baixos. Aquele que não tem vontade, coragem, autoconfiança e força para se levantar após a derrota, está fadado a ser um eterno derrotado. – Masaharu Taniguchi

Siga @vidafaces no Instagram

Compartilhar:

Não tem Facebook ou prefere o anonimato?