Faces da Minha Vida: Capítulo I

– CAPÍTULO I –

O COMEÇO

Não poderia começar a escrever sobre minha história de vida sem prestar uma homenagem ao meu grande companheiro e irmão. Apesar de você ser meio “cabeça dura” e não acreditar muito no assunto que vou abordar agora, vou contar brevemente como nossa história começa. Adriano Venturini te amo!

Quando crianças, eu (sou de maio-92) e o meu irmão mais novo (Anderson – agosto de 96) brigávamos muito, e quem sempre apaziguava a situação era o Adriano (novembro de 93). Nessa época, nossa tia Regina gostava de levar nós três para a “evangelização infantil”, na fraternidade “Caminho da Luz”, localizada em Jaguaré-SP.

Em uma das entrevistas envolvendo nós três, ela indagou ao orientador o motivo das brigas excessivas entre eu e o Anderson. Embora nessa idade essas discussões entre irmãos serem taxadas como normais, minha mãe ficava extremamente preocupada.

Na ocasião recebemos a seguinte resposta: “Esta fase vai passar, e o Adriano nasceu sendo o irmão ‘do meio’ para intermediar os dois. Mas  a missão principal dele nessa vida é com o André”.

Minha tia então, logo pensou que ele iria me ajudar em alguma tarefa. Contou o acontecido para meus pais, que ficaram sem entender nada (meus sintomas começaram a aparecer na adolescência).

É até engraçado. O tempo passou, e hoje em dia, mesmo sem acreditar em orientação divina ou “missão na vida”, o Adriano é a pessoa que mais me ajuda no mundo, e muito graças ao suporte dele nós três temos uma conexão de irmandade e companheirismo fantástica e exemplar.

A minha família é a minha maior preciosidade!

Em breve irei publicar um texto sobre o quão é importante a questão da fé no meu tratamento e na minha aceitação como um todo. Não importa qual seja a religião, acredite em você e no seu Deus sempre!

Ao meu irmão Adriano:

“Se na palma da mão tivesse

o divino poder da escolha

Certamente não teria encontrado

irmão melhor nessa vida”.

(André Venturini)

Continua…

Próximo capítulo: Como Era Antes


Compartilhar:

7 comentários sobre “Faces da Minha Vida: Capítulo I

  1. Que linda homenagem você fez à seu irmão Adriano. A família é o nosso porto seguro, é o que temos de mais precioso na vida. Te admiro muito André. Bjs

  2. Que coisa mais linda você é mesmo Fantástico pude ver um pouquinho desta dedicação e amor do seu irmão Adriano uma pessoa atenciosa o amor e dedicação de todos da Família Parabéns menino

  3. André lembro desse dia como se fosse hoje, eu e sua mãe não entendemos a orientação e a mensagem, mas hoje ela é mais clara do que nunca não é? Linda homenagem ao seu irmão, é muito bom ver a cumplicidade e a amizade de vocês. bjs

  4. André linda homenagem, lembro desse dia como se fosse hoje, realmente na ocasião eu e sua mãe não entendemos a orientação e a mensagem, hoje ela é mais clara do que nunca não é? O Adriano é especial mesmo e é muito gostoso ver a cumplicidade e a amizade de vocês. bjs

  5. Muito lindo André , você tem uma família maravilhosa !!!!! Falo com certeza por que os conheço e dá pra sentir o grande amor que os une …. Um beijão e parabéns novamente pelo blog !!!!!

Não tem Facebook ou prefere o anonimato?